infecção e inflamação do coto

Infecção e inflamação no coto amputado: Como identificar e evitar?

 

Alguns fatores são muito importantes quando se trata do tempo de adaptação às próteses ortopédicas, como nível de amputação, sistema da prótese e a sensibilidade do coto, pois é ele que fica em contato direto com os encaixes da prótese. Por isso, além dos cuidados diários de higienização do coto, o amputado precisa ficar atento aos sintomas de infecção ou inflamação que podem surgir.

 

Neste texto falaremos sobre o que é e qual a diferença entre a infecção e inflamação no coto para que você saiba identificar e comunicar o seu fisioterapeuta para que ele possa te orientar sobre o tratamento devido.

Infecção e inflamação no coto: Como identificar?

infecção e inflamação no coto

 

Depois da cirurgia de amputação, toda atenção deve-se voltar para o membro residual, pois qualquer ferimento de amputação ou outra cirurgia corre o risco de se infectar porque a abertura da pele pode permitir que bactérias, germes entrem na corrente sanguínea.

 

Para que você possa identificar uma possível infecção no coto, fique atendo aos seguintes sintomas: 

 

  • sensibilidade ou dor;
  • febre;
  • vermelhidão;
  • inchaço e / ou secreção de pus pela cicatriz;
  • a área ao redor da ferida está quente;

Se você estiver com algum desses sintomas, procure por um profissional responsável para que possa te orientar quanto aos tratamentos.

Infecções costumam acontecer com mais frequência em cotos de origem traumática, pois nesses casos os pacientes utilizaram fixador nos ossos, porque o amputado sofreu acidente de trabalho ou trânsito e teve que utilizar “gaiolas” no membro residual após a amputação.

Então as hastes dessas gaiolas podem deixar uma porta de entrada para bactérias que causam por exemplo a osteomielite, uma infecção óssea que necessita de cuidados especiais para não virar uma septicemia, ou seja, uma inflamação generalizada pelo corpo que pode levar a óbito.

 

Como evitar uma infecção no coto?

infecção e inflamação do coto

 

A melhor maneira de lidar com uma infecção é evitá-la. Veja alguns cuidados abaixo:

  • Lave o membro residual com água e sabão neutro, depois enxágue e seque. Faça isso pelo menos uma vez por dia, ou mais se você usar muito ou estiver tratando uma erupção cutânea ou infecção;
  • Lave tudo o que entrar em contato com a pele (forros, meias, encaixe interno, etc.) com água e sabão neutro, depois enxágue e seque (verifique as instruções do fabricante);
  • Não use loções à base de álcool na pele, pois resseca e pode causar rachaduras, o que pode levar a infecções;
  • Use apenas loção suavizante suficiente para evitar descamação e descamação da pele seca. Peça ao seu farmacêutico para recomendar uma loção hidratante não perfumada. Não aplique loção hidratante no membro amputado imediatamente antes de aplicar a prótese. A melhor hora para aplicar a loção é à noite, antes de ir para a cama. É importante evitar o ressecamento excessivo ou a umidade excessiva da pele.
  • Mantenha um bom ajuste protético; aprenda como ajustar a dobra da meia, se aplicável, ou faça um ajuste protético se começar a ficar com vermelhidão na área de pressão. Isso evitará que a área de pressão se torne uma ferida de pressão.
  • Mantenha o alinhamento correto de sua prótese usando a altura de salto correta com a qual sua prótese estava alinhada e mantendo um bom encaixe no cartucho.
  • Faça uma dieta balanceada e beba muita água (a menos que você tenha restrições à ingestão de líquidos) para manter a pele saudável e flexível.
  • Se você tem diabetes, monitore e mantenha seus níveis de glicose.
  • Se você diminuiu a sensibilidade em seu membro, remova sua prótese várias vezes ao dia para verificar se há áreas de pressão.

fonte: https://www.amputee-coalition.org/resources/wound-care-preventing-infection/

 

guia completo do amputado
Baixe nosso E-book Grátis – Guia Completo do Amputado

 

Inflamação no coto: qual a causa?

Algumas situações podem causar inflamação no coto como qualquer tipo de pancada, fazer enfaixamento inadequado ou atrito com o coto.

Diferente das infecções, as inflamações podem ser tratadas em casa, desde que tenha orientação médica, repouso e remédios prescritos.

 

Alguns cuidados extras para evitar Foliculite

foliculite

 

A Foliculite é uma inflamação de um ou mais folículos pilosos (onde crescem os pêlos), que pode ocorrer em qualquer lugar da pele. 

Sabendo que o coto do paciente estará em constante atrito com o encaixe da prótese ortopédica e o liner , um problema que pode acontecer são os pelos encravados, gerando a foliculite.

E isto pode acontecer com amputados de qualquer nível de amputação, seja de membros superiores ou inferiores. 

O tratamento para foliculite pode ser através de antibióticos, higienização do coto diariamente com sabonete antibactericida e limpeza do liner.

A foliculite impede o uso corretamente das próteses ortopédicas porque deixa o coto muito sensível e pode ocorrer secreção de pus também. 

Por isso, comunique o quanto antes os profissionais responsáveis para começar o tratamento.

 

Gostou do nosso artigo sobre infeccao e inflamacao no coto? Deixe seu comentário abaixo, compartilhe e nos siga em nossas redes sociais Instagram, Facebook e Linkedin para ficar por dentro de todas as nossas novidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *