dores nas costas amputado que utiliza prótese

Dores nas costas: Por que alguns amputados que utilizam prótese sentem?

De acordo com estudo realizado em Manchester, Reino Unido, 62% dos amputados transtibiais e 81% dos amputados transfemorais sofriam de dor nas costas. A dor nas costas é um problema comum entre os amputados. O restante da população, entre 20 a 40% sente dor nas costas. Neste artigo iremos tratar sobre algumas causas da dor nas costas ao utilizar sua prótese.

 

Qual a causa da dor nas costas para quem usa prótese?

 

dores nas costas de quem utiliza prótese

 

Para amputados, uma causa comum de dor nas costas e na lombar é o fato da prótese não estar ajustada corretamente. Nosso corpo trabalha em conjunto, e quando há algo fora do equilíbrio, o restante do corpo terá que compensar.

 

Caso a sua prótese esteja muito longa ou curta, você não conseguirá se equilibrar corretamente. Com isso, os músculos da parte inferior das costas devem compensar esse desequilíbrio, e mesmo que demore semanas, meses , eventualmente esses músculos ficarão cansados ​​e doloridos. 

 

Há uma tendência maior de dor nas costas de acordo com nível de amputação, como por exemplo, amputados de desarticulação do joelho relatando mais dor do que amputados abaixo do joelho como transtibiais. Para muitos, a dor nas costas é mais problemática do que a dor no coto ou a dor do membros fantasmas.

 

Por que os amputados têm dor na lombar, de onde vem a dor e o que pode ser feito a respeito? Veja abaixo!

 

Entendendo por que os amputados têm dor nas costas? 

 

Como já foi comentado acima, existem muitos fatores que causam  a dor nas costas. Vamos tratar de mais alguns.

 

A caminhada de um amputado nunca será completamente natural e isso é o que causa uma mudança no padrão de carga na coluna vertebral. Para a grande maioria dos amputados, nota-se uma fraqueza no lado da amputação, e uma mudança como os músculos são recrutados, esforçando alguns músculos demais e outros tornando-se “preguiçosos”.

 

Vamos a um exemplo: em um amputado acima do joelho, com a perda dos músculos normais da coxa, os músculos das costas têm que trabalhar mais naquele lado para impulsionar a perna para trás ao caminhar. E quando não há músculo da panturrilha, ocorrerá uma perda de propulsão no lado amputado, resultando em mais trabalho muscular necessário do lado intacto.  

 

ebook protese de alta performance
Baixe Nosso Ebook Grátis – Próteses de Alta Tecnologia

 

Como tratar a dor nas costas?

 

Ajustando a altura de sua prótese

 

Apesar de sua prótese ter sido projetada para manter cada membro no mesmo comprimento, mantendo equilíbrio,  com o passar do tempo, isso pode mudar pelo fato de sua prótese ir acomodando. E isso irá afetar a maneira como você anda e fica de pé, e contribui para dor nas costas.  

 

Por isso, de tempos em tempos, é necessário ajustar a altura e o encaixe de sua prótese. Colocar o corpo de volta em equilíbrio pode ajudar a reduzir a pressão sobre a pélvis e os músculos da parte inferior das costas.

 

Exercícios de fortalecimento

 

Uma outra alternativa para tratar a dor nas costas é fazer exercícios de fortalecimento. Vimos anteriormente, que após uma amputação alguns músculos começam a trabalhar mais que outros para compensar. Então os exercícios certos irão te auxiliar a ter uma melhor marcha.

 

O conjunto de músculos importantíssimo são os glúteos, quando trabalhados em torno de duas vezes por semana pode fazer uma diferença no desempenho funcional, além de melhorar a força muscular.

 

No entanto, o fortalecimento isolado, sem o olho treinado de um fisioterapeuta, pode não permitir que você obtenha todos os benefícios dessa melhoria do condicionamento físico. Muitos amputados adquirem hábitos ruins que precisam ser corrigidos com repetição e estímulos contínuos.

 

Algumas terapias passivas podem ser úteis para dor na lombar em amputados, isso inclui manipulação articular, alongamento, acupuntura, massagem e uma série de tratamentos mais alternativos.

 

Mudança de hábitos

 

Alguns problemas são pontuais por conta de hábitos que se adquire. Às vezes você se acostumou a balançar uma perna mais longe do que a outra ou a colocar mais peso de um lado. A questão da mudança de postura inadequada é um hábito comum que precisa ser mudado.

 

Exercícios de marcha são uma ótima maneira de treinamento com a sua prótese para que não se desenvolvam vícios , e com isso diminuir a probabilidade de dores nas costas. As próteses podem causar tensão extra nos músculos das costas, por isso o fortalecimento dos músculos das costas e o alongamento regular ajudam a melhorar a capacidade das costas de suportar os movimentos.  

 

Controle de peso 

 

Outra possível causa de dor nas costas é com relação ao peso. Sabemos que perder peso pode ser uma tarefa difícil, mas é necessária. Veja com o seu técnico em próteses, quais tipos de exercícios você pode fazer com a sua prótese, para que não fique parado e se exercite e mantenha o seu peso controlado. 

 

Gostou do nosso artigo sobre dores nas costas para quem utiliza prótese? Deixe seu comentário abaixo, compartilhe e nos siga em nossas redes sociais Instagram, Facebook e Linkedin para ficar por dentro das novidades.

 

  

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *